Fórum Cultura: Festivais, Plataformas e Internacionalização

16 set. 14h30-18h
Espaço Alkantara
Entrada livre (lotação limitada)

Vários agentes independentes têm produzido, por iniciativa própria, contextos que pretendem promover internacionalmente a criação portuguesa nas artes performativas: plataformas, festivais ou semanas de programadores. Até que ponto estes contextos aumentam o tempo de vida de um espetáculo e projetam os criadores e as criadoras que neles participam? Como são pensados e organizados? De que forma servem artistas e equipas de programação? Quais os significados, vícios, frustrações e potências que lhes estão aliados?

Os Fóruns Cultura do programa PISTA, desenvolvidos em parceira com o Polo Cultural das Gaivotas | Boavista/Loja Lisboa Cultura, são espaços para discutir temas chave para o desenvolvimento profissional do meio artístico. Nesta sessão, moderada pela curadora, produtora e investigadora Catarina Saraiva, iremos debater estas perguntas e outras com artistas e programadores, numa tentativa de avaliar experiências e caminhos na internacionalização. Juntam-se a nós os diretores da Plataforma Portuguesa de Artes Performativas (Montemor-o-Novo) e da Semana + (Porto), assim como artistas que têm participado nestas iniciativas.

Convidamos, até dia 13 de setembro, artistas e profissionais das artes a preencher um breve questionário sobre o tema, a informação recolhida será utilizada na mediação do debate.

Questionário a Artistas
Questionário a Profissionais das Artes

Catarina Saraiva é curadora, produtora e investigadora de artes performativas. Em 2009, depois de 10 anos na direção de Alkantara, torna-se nómada e curadora em vários projetos sequencialmente em Espanha, Brasil e Chile. De regresso a Portugal, desde 2018 assina a curadoria do Festival Verão Azul, em Lagos, Faro e Loulé. No mesmo ano, lança em Coimbra o projeto Linha de Fuga – laboratório de criação e festival de artes internacional. Tem escrito vários artigos e efetuado vários seminários sobre o mercado das artes performativas e desenvolve distintos projetos de assessoria artística e apoio dramaturgista a artistas e organizações artísticas entre Europa e América do Sul.