Terça-Feira, de Cláudia Dias na Trafó, Budapeste

20 jan 2020, 20h
Trafó House of Contemporary Arts, Budapeste, Hungria
m/6 | 60 min

Cláudia Dias e Luca Bellezze voltam a juntar-se para apresentar Terça-Feira: Tudo o que é sólido dissolve-se no ar, a segunda peça do projeto Sete Anos Sete Peças, em Budapeste na Trafó House of Cotemporary Arts.

 

Na segunda criação do projeto Sete Anos Sete Peças, Cláudia Dias inspira-se no universo dos desenhos animados de Osvaldo Cavandoli. Em palco, Cláudia Dias e Luca Bellezze constroem uma narrativa visual, usando uma linha para contar a história de um menino de dez anos, cujos avôs foram expulsos primeiro da Palestina e depois do Líbano, que viaja desde a Síria até Itália. Num tempo em que as linhas divisórias, as fronteiras, as barreiras, as linhas da frente e de mira dos conflitos bélicos, as fileiras e as linhas de identificação do drama dos refugiados, as linhas de respeito dos limites marítimos das nações, as linhas duras das fações radicais de organizações políticas e religiosas estão na ordem do dia, Cláudia Dias e Luca Bellezze trabalham (n)uma linha unificadora, capaz de juntar o que se encontra separado.

Ficha Técnica

Conceito e direcção artística Cláudia Dias
Artista convidado Luca Bellezze
Texto Cláudia Dias
Intérpretes Cláudia Dias e Luca Bellezze
Cenografia e desenho de luz Thomas Walgrave
Assistência Karas
Animação Bruno Canas
Direção técnica Nuno Borda De Água
Produção Alkantara
Co-produção  Maria Matos Teatro Municipal Teatro Municipal do Porto
Difusão Somenthing Great
Olhar Crítico – Sete Anos Sete Peças Jorge Louraço Figueira
Residências Artísticas Teatro Municipal do Porto/Teatro do Campo Alegre; O Espaço do Tempo; Centro Cultural Juvenil de Santo Amaro – Casa Amarela
Agradecimentos Ângelo Alves, Anselmo Dias, Ilda Figueiredo, José Goulão, Jorge Cadima, Paulo Costa