Ir para o conteúdo

Conteúdo principal

ALKANARA - Memórias da Pequena África - ©

Memórias da Pequena África

Julio Brechó

  • 06.08 2021
  • Portas Abertas
  • 17H - Espaço Alkantara
  • Evento Gratuito
  • Reservas através do email ionara@alkantara.pt (+info)

Em Kilombo - Curadoria de Aurora Negra, Julio Brechó propõem uma conferência-concerto onde irá resgatar as memórias na Pequena Africa, região no Rio de Janeiro, que entre 1850 e 1920 concentrou um grande número de população negra e que foi berço da maior expressão da cultura brasileira, o Samba e o Carnaval.

Uma palestra acompanhada por música, onde será contado com detalhes o período mais sombrio para pessoas negras na cidade que mais recebeu escravos no mundo e como essa cultura da escravidão se reflete até hoje com o racismo e a desvalorização da vida destas pessoas no Brasil. A apresentação quer sobretudo mostrar como, apesar das perseguições sofridas e condições de vida desumana, a população negra conseguiu criar uma cultura que se tornaria referência em todo o mundo e como as suas raízes influenciaram no desenvolvimento da cultura brasileira.

Julio Brechó, nasceu no Rio de Janeiro e trabalha como músico, ator, produtor e técnico de som e iluminação, entre o Brasil, Amesterdão e Lisboa. Estudou produção cultural e eventos na escola técnica Adolpho Bloch no Rio de Janeiro, trabalhando desde 2001 como produtor e técnico em eventos de música, cinema, artes plásticas e espetáculos de teatro e dança no Brasil e na Holanda, onde viveu durante 7 anos. Formado em artes cênicas pela Escola de Teatro do CETEP-Quintino no Rio de Janeiro em 2004, frequentou a escola de teatro Nós do Morro em 2006. Dentre as companhias e produções que já trabalhou destaca-se: Escrachados de Teatro, Teatro Munganga, Holland Festival, Het Muziek Theater, Stadsschouwburg Amsterdam, Royal Theater Carré Amsterdam, Cia Debora Colker. De 2004 até 2017 trabalhou no carnaval do Rio de Janeiro na produção de fantasias e alegorias principalmente para a escola Pimpolhos da Grande Rio. Reside em Lisboa desde 2017, onde realiza eventos com base na Economia Colaborativa. Gravou o seu primeiro álbum solo intitulado Semente, financiado integralmente com o seu trabalho como artista de rua. Em 2019 inaugurou três outros projetos atuantes no espaço público de Lisboa, a Ocupação Cultural Palhaço Brasileiro, o Samba Colaborativo e o Viva o Samba na Praça. Há dois anos trabalha como Produtor Técnico no maior festival de Forró da Europa, o Baião in Lisboa Festival. Em 2020, realizou o projeto Lisboa Carnaval Verde 2020 que deu origem ao grupo carnavalesco Lisbloco. Atualmente dirige sua rede de empreendedorismo cultural Julio Brechó Produções e Eventos e preside a Lisbloco Associação Cultural.

Artigos relacionados:

Voltar ao inicio
This website is using cookies to provide a good browsing experience

These include essential cookies that are necessary for the operation of the site, as well as others that are used only for anonymous statistical purposes, for comfort settings or to display personalized content. You can decide for yourself which categories you want to allow. Please note that based on your settings, not all functions of the website may be available.

This website is using cookies to provide a good browsing experience

These include essential cookies that are necessary for the operation of the site, as well as others that are used only for anonymous statistical purposes, for comfort settings or to display personalized content. You can decide for yourself which categories you want to allow. Please note that based on your settings, not all functions of the website may be available.

Your cookie preferences have been saved.