Ir para o conteúdo

Conteúdo principal

ALKANARA - Joana Levi - ©Joana Levi
@ Joana Levi

Joana Levi

Rasante [Terra Batida]

  • 16.11 — 17.11 2020
  • Estreia absoluta
  • Teatro São Luiz - Sala Mário Viegas
  • Gratuito mediante levantamento de bilhete
  • M/12
  • 90 min
  • em português, legendado em inglês

A partir de um olhar sobre processos de migração, extinção e conservação de aves — propiciado pelas residências do projeto Terra Batida no Alentejo — Joana Levi apresenta Rasante, uma performance-em-processo que se desenrola como uma fábula meditada ou uma meditação fabulada, colocando em jogo perspectivas e conflitos interespécies. Neste jogo, o sedimento das fronteiras hierárquicas estabelecidas entre “Humano” e “Animal” aparece como máquina replicadora de relações coloniais, racionalistas, supremacistas que não cessam de entulhar e aterrar o presente do futuro.

Terra Batida é uma rede de pessoas, práticas e saberes em disputa com formas de violência ecológica e políticas de abandono. O conhecimento singular e local de conflitos socioambientais, aliado à ação em rede, convocam resistência aos abusos extrativos e também pedem cuidado: para especular e fabular, para construir visões e vidências sensoriais entre mundos exauridos e exaustos. Todos os eventos do Terra Batida no Alkantara Festival são de entrada livre.

De e com Joana Levi Tradução Joana Frazão

Rasante é apresentado em sessão dupla com Superintensiva de Marta Lança

Joana Levi é performer, encenadora e dramaturgista brasileira. Vive em Lisboa desde 2017. É formada em Filosofia/USP e mestra em Filosofia-Estética/FCSH-UNL. Nos últimos 10 anos tem se dedicado a projetos experimentais e colaborativos que forjam uma cena atravessada por diferentes linguagens (da performance ao teatro, da dança ao pensamento filosófico) e que evocam relações de tensão do tipo centro-periferia expressas em contextos e conflitos urbanos, (pós) coloniais e de gênero. Recentemente, colaborou com Carlota Lagido (PT), Sónia Baptista (PT), Rita Natálio (PT), Gustavo Ciríaco (PT-BR), Julia Salem (BR-PT), entre outros. Anteriormente, no Brasil, destacam-se suas criações: "Museu Encantador” (MAM-RJ) em colaboração com Rita Natálio; “Rózà" (Casa do Povo-SP), em parceria com Martha Kiss Perrone; e "In_Trânsito", (Prêmio Montagem Cênica-RJ), co-dirigido por Isabel Penoni/Cia Marginal.

Joana Levi

Joana Levi (Rio de Janeiro, 1975) é performer, encenadora e dramaturgista, sediada desde 2017 em Lisboa. É formada em Filosofia/USP e mestra em Filosofia-Estética/FCSH-UNL. Nos últimos anos tem se dedicado a projetos experimentais que forjam uma cena atravessada por diferentes linguagens (da performance ao teatro, da dança ao pensamento filosófico) e que desenvolvem-se por meio de autorias compartilhadas. Recentemente, colaborou com Carlota Lagido (PT), Sónia Baptista (PT), Rita Natálio (PT), João dos Santos Martins (PT), Gustavo Ciríaco (PT-BR), Julia Salem...

Artigos relacionados:

Voltar ao inicio
This website is using cookies to provide a good browsing experience

These include essential cookies that are necessary for the operation of the site, as well as others that are used only for anonymous statistical purposes, for comfort settings or to display personalized content. You can decide for yourself which categories you want to allow. Please note that based on your settings, not all functions of the website may be available.

This website is using cookies to provide a good browsing experience

These include essential cookies that are necessary for the operation of the site, as well as others that are used only for anonymous statistical purposes, for comfort settings or to display personalized content. You can decide for yourself which categories you want to allow. Please note that based on your settings, not all functions of the website may be available.

Your cookie preferences have been saved.